segunda-feira, 6 de junho de 2011

Paul Iribe (1883 - 1935)

Iribe nasceu em Angoulême, França, em uma família de origem basca. Estudou na École des Beaux-Arts e no College Rollin, onde fez amizade com outros ilustradores como George Barbier, Georges Lepape, George Martin e Pierre Brissaud. No início do século XX, tornou-se ilustrador aprendiz no jornal Le Temps. Também publicou ilustrações e caricaturas em jornais satíricos como Rire, Sourire, e L'Assiette au beurre.

Em 1908, Paul Poiret o contratou para criar uma brochura, feita em 250 copias, que apresentava seus modelos em uma maneira original: Les Robes de Paul Poiret. O trabalho de Paul Iribe, em estêncil, usou linhas simples e largas para figuras planas e abstratas, com cores vivas que encaixavam nos vestidos Império de Poiret. A publicação foi muito influente e o apoio artístico de Poiret alavancou sua carreira. Realizou trabalhos semelhantes para Coco Chanel, Lanvin Jeanne, Jeanne Paquin, Soeurs Callot e Jacques Doucet. Também decorou o apartamento deste último em Art Deco. Mais tarde, estabeleceu o seu próprio estúdio em Paris, onde produziu desenhos para moda, tecidos, móveis e papéis de parede.

Esta parceria entre Iribe e Poiret ajudou a alavancar as publicações de moda e as técnicas que seriam usadas na Art Deco. Em 1914, Iribe passou seis anos em Hollywood, trabalhando com figurinos de cinema e teatro. Foi diretor artístico para a primeira versão do filme Os 10 mandamentos, de Cecil B. De Mille. Nas décadas de 1920 e 1930 trabalhou para um jornal político de Paris, Le Témoin, no qual fazia ilustrações satíricas dos políticos de seu tempo. 






Fonte: Wikipedia e Art-deco-prints-and-posters.com

Um comentário:

  1. amei os figurinos sou estilista e gostaria de desenhar tão bem como eles, me de uma dica por favor

    ResponderExcluir